Trabalho Interdisciplinar de Software II – 2020/1 NOITE

Integrantes do grupo: Carlos Germano Avelar Carvalho, Allison Julio de Oliveira Nunes, Iann Guerra Lages Fonseca, Luiz Felipe de Castro Baia Antunes, Paulo Henrique Cota Starling
A bilheteria online tem como objetivo minimizar o gargalo das filas de espera, gerar conforto, comodidade, facilidade e satisfação às pessoas que desejam assistir um filme. Por meio da plataforma Bilheteria Online é possível realizar a compra online de um bilhete, permitindo ao usuário selecionar o filme, o cinema, a(s) poltrona(s) e realizar o pagamento, obtendo assim seu bilhete em mãos para comparecer ao cinema.
 
Vídeo do trabalho: https://youtu.be/7FTEvOvuj6g
 
 

Trabalho Interdisciplinar de Software II – 2020/1 NOITE

Integrantes do grupo: Sarah Júlia Campos de Freitas Lara

A solução desenvolvida permite o acompanhamento de projetos e o gerenciamento de tarefas de uma fábrica de software. O produto permite a criação de projetos e de suas tarefas, alocando-as a cada um dos integrantes da equipe. A cada etapa da execução das tarefas é possível incluir comentários, alterar seu status e redirecioná-las para outros membros da equipe. O gerente do projeto pode monitorar cada tarefa, verificando seu status, o responsável atual e todo o histórico de atividades e de redirecionamentos. O produto é uma ferramenta simples, intuitiva e sem excesso de funcionalidades, que pode tornar uma fábrica de software mais eficiente e eficaz e, consequentemente, mais competitiva onde no mercado onde atua.
 
Vídeo do trabalho: https://youtu.be/C2oWBmnuz8Y

Trabalho Interdisciplinar de Software V – 2020/1 NOITE

Integrantes do grupo: Bruno Marini, Guilherme Willer Dias Araujo, PedroGuerra e Nayane Ornelas da Conceição

Professores orientadores: Carlos Alberto e Hugo de Paula

A NAASP (Núcleo de Acolhida e Articulação da Paróquia Nossa Senhora daBoa Viagem) é uma entidade social que foi desenvolvida pela Paróquia NossaSenhora da Boa Viagem e não possui fins lucrativos. Atualmente, a NAASPpresta serviços de atendimento psicológico para crianças, adultos e idosos,atendendo a região de Belo Horizonte e as demais regiões metropolitanas,constando no ano de 2018 cerca de 2.310 atendimentos, em 2019, mais de2.500 tendo a expectativa de de expandir ainda mais o número deatendimentos com o decorrer do período. Os modelos de registros e controlesdos dados cadastrais para o acompanhamento do atendimento dos acolhidosaté o início do projeto eram todos realizados em papéis. No entanto, tendo emvista o crescimento do Núcleo de Acolhida com o decorrer do tempo, estaforma de registro por meio de papéis e de forma manual, sem seguir umpadrão efetivo para os controles dos registros é uma dos princípios que atecnologia da informação vem para sanar como a redundância de dados, aperda de informação, falta de credibilidade, entre vários outros impasses.

 

Link da apresentação: https://drive.google.com/file/d/1ylLVTSlaaiQeF8AwaRM1KVkt7pF0DBVq/view

ApresentaçãoVídeo do trabalho: https://youtu.be/fGV3kDelR-U

 

Trabalho Interdisciplinar de Software V – 2020/1 NOITE

Integrantes do grupo: Caique Ribeiro, Cristiano Coelho Souza, Dalyla Mylena, Jônata Ferreira, Lucas Laborne.

Professores orientadores: Hugo de Paula e Carlos Alberto Marques Pietrobon

Este projeto é uma plataforma de comunicação de incidentes para o órgão de Defesa Civil do município de Contagem. A solução desenvolvida abrange um aplicativo móvel, no qual os usuários (cidadãos) podem visualizar as principais áreas de risco da cidade, informar novas ocorrências, incluindo fotografias e descrição do incidente, e realizar o cadastro no programa Nupdec; além de um portal Web, acessado pela Defesa Civil, no qual é realizada a análise das ocorrências enviadas pelos cidadãos. A plataforma também conta com um chat para comunicação direta entre o órgão e os colaboradores voluntários, e um sistema de notificações e alertas aos cidadãos, visando otimizar a prevenção de desastres.
 
 

Vídeo do trabalho:https://youtu.be/b0IboGbnkfw

 

Trabalho Interdisciplinar de Software IV – 2020/1 NOITE

Integrantes do grupo: Amanda Lima Carvalho Dal Col, Aylton Bernardino de Almeida Junior, Lucas Araujo Borges de Lima, Lucca Romaniello Benjamin e Pedro Paulo Andrade Faria

Professores orientadores: Soraia Lúcia da Silva e Ivre Marjorie Ribeiro Machado

A ONG Meninas do Cafezal atua por meio de doações de tecido para produção e venda de produtos diversos de artesanato, estes que são confeccionados por moradoras do Aglomerado da Serra, em Belo Horizonte, sendo essa considerada a segunda maior favela do Brasil. Atualmente, a administração do projeto não possui nenhum gestor financeiro assim como também não possui um controle de estoque para gerenciamento

dos produtos e vendas. A escolha desse projeto se demonstra na oportunidade de auxiliar a produção da ONG com o desenvolvimento de um aplicativo móvel que realize tais controles

Link da apresentação: https://1drv.ms/p/s!Au3pZz4ON4ATkfM-gIyTedq4KElpiQ?e=U7xnD1

Vídeo do trabalho: https://1drv.ms/v/s!Au3pZz4ON4ATkfQoyP7fuxjx6OTENw?e=fbUObz

Trabalho Interdisciplinar de Software IV – 2020/1 NOITE

Integrantes do grupo: Ana Luiza Silva Reis, Rafael Soares Botazini e Wesley Mouraria Pereira

Professores orientadores: Soraia Lúcia da Silva e Ivre Marjorie Ribeiro Machado

O América Locomotiva é um clube de futebol americano brasileiro, que conta com treinadores e atletas. O clube promove diversos tipos de eventos, como por exemplo treinos semanais, aulas práticas, jogos e confraternizações. Dentro desse contexto, viu-se a necessidade de uma ferramenta automatizada que auxiliasse o processo de gestão das equipes e, com isso, foi desenvolvido o Motorman. O sistema conta com: registro dos treinadores e atletas, agrupados por níveis de permissão, e que fazem parte de times; lançamento de eventos informando o tipo (treino, aula, jogo, confraternização); controle de presença dos participantes dos eventos; lançamento de anotações/observações no perfil das pessoas; e uma visualização do histórico de cada pessoa no clube.

Link da apresentação: https://drive.google.com/file/d/1EAp7Tlp39SdthVmmI6rBBekCoUCciM97/view?usp=sharing

Vídeo do Trabalho: https://youtu.be/e0ytZB6iVIA

Trabalho Interdisciplinar de Software IV – 2020/1 NOITE

Integrantes do grupo: Carla d´Abreu Martins Vieira, Daniel Lyncon Goncalves de Souza, Maria Clara Lima Santos e Otávio Vinícius Guimarães Silveira Rocha

Professores orientadores: Soraia Lúcia da Silva e Ivre Marjorie Ribeiro Machado

A AIESEC é uma organização não governamental que se propõe a desenvolver liderança em jovens de 18 a 30 anos por meio de intercâmbios. Para que esses intercâmbios aconteçam, cada escritório local conta com voluntários que trabalham em diversas frentes de trabalho garantindo todos os mínimos de qualidade para o intercâmbio. Para serem considerados ativos na organização, é necessário que o voluntário cumpra o mínimo dos Critérios de Membresia. O cálculo do Critério de Membresia é composto por três pilares, as Office Hours, o quanto o membro trabalha efetivamente no escritório, a porcentagem de presença em reuniões que ele deveria comparecer e a porcentagem de presença nos eventos oficiais do escritório. O sistema iTexas desenvolvido durante a disciplina de TIS IV é uma continuação do trabalho desenvolvido no sistema anterior. Esse software, além de garantir o controle e gerenciamento de todo o Critério de Membresia da AIESEC em Belo Horizonte, também tem como objetivo melhorar o engajamento dos voluntários na organização, já que trazer a visualização automática contínua dos valores incentiva os membros a querem ter critérios melhores e saberem onde precisam melhorar com antecedência. Além disso, traz funcionalidades como o Calendário, que ajuda os membros a se programarem para futuros eventos que são esperados, e a Contact List, que auxilia a encontrarem o contato de qualquer outro membro ativo que precisem no escritório.

Link da apresentação: https://docs.google.com/presentation/d/1Dr9KHRCM196sicNmORpKi4PpETlZ5CixTwHtwBa2DoI/edit?usp=sharing

Vídeo do trabalho: https://youtu.be/GEqY92Ek9Hc

Trabalho Interdisciplinar de Software III – 2020/1 NOITE

Integrantes do grupo: Arthur Henrique Souza Braga, Isabella Carine Cruz Inácio, Lucas Alves Gusmão, Samuel Alves de Castro Baker

Professores orientadores: Eveline Alonso Veloso, Juliana Amaral Baroni de Carvalho

O GD&T (Geometric Dimensional and Tolerance) é um sistema de normas de dimensionamento geométrico e tolerância utilizado em algumas áreas de engenharia. A empresa 2i Inteligência Industrial oferece treinamentos e soluções baseados no conhecimento do GD&T e gostaria de uma forma para divulgar melhor os seus serviços por meio de uma plataforma online, além de um modo melhor de captar leads interessados em seus programas de treinamento e capacitação na área

Link da apresentação: https://www.icloud.com/keynote/0lwhMGdphUm5lxSmwfM2MMJpg#Keynote_TIS_III

(Obs: para visualizar a apresentação no Keynote Web é necessário colocar um nome de colaborador, é só colocar qualquer nome que ele abre, não é necessário criar nenhuma conta nem nada do tipo.)

Vídeo do trabalho:https://www.youtube.com/watch?v=Mh9IXgHpQLs

Trabalho Interdisciplinar de Software III – 2020/1 MANHÃ

Integrantes do grupo: Arthur Rocha Amaral, Guilherme Oliveira Antônio, Matheus Felipe Ferreira Martins, Ricardo Christovão da Silva

Professores orientadores: Eveline Alonso Veloso e Juliana Amaral Baroni de Carvalho

O site de vendas da empresa cliente Portaly não atinge o esperado, sendo ele escasso em quesitos de personalização e limitado por um sistema de CRM utilizado pela instituição, em relação ao cadastro, filtro, ordenação e indicadores de desempenho dos produtos. O sistema atual ainda restringe o número máximo de produtos que podem ser disponibilizados para o público em cinquenta produtos, o que não se encaixa a todo o acervo que a empresa disponibiliza e planeja anunciar.

Esse projeto de TIS propôs a mudança da plataforma da loja virtual da empresa cliente, apoiando em um CMS (Wordpress) e integrando-o com o sistema CRM já utilizado pelo proprietário da empresa, realizando a criação e adaptação do template do Wordpress.

Link da apresentação: https://sgapucminasbr-my.sharepoint.com/:p:/g/personal/442644_sga_pucminas_br/ESu1RbBrXq9CnmXRv20ZIL4B9SVNenmvxvKKAIkC3WJZwA?e=m8QGeT

Vídeo do trabalho: https://www.youtube.com/watch?v=8s3BBdWwQuQ&feature=youtu.be

Trabalho Interdisciplinar de Software III – 2020/1 MANHÃ

Integrantes do grupo: Andrew Costa Silva, João Guilherme Martins Borborema, Thiago Jorge Queiroz Silva

Professores orientadores: Eveline Alonso Veloso, Juliana Amaral Baroni de Carvalho

Em uma parceria entre a Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, a Avenue Code, e a Escola Estadual Bueno Brandão, os alunos da PUC Minas, tiveram a oportunidade de ensinar fundamentos de lógica de programação para as crianças da escola estadual, por meio da plataforma code.org. Dessa forma, esse projeto foi de extrema valia para a formação cívica dos alunos da PUC Minas e uma forma de contribuir para o desenvolvimento intelectual e cognitivo dos alunos da escola estadual, abordando temas atuais, como o uso da tecnologia, algo que certamente será muito importante no futuro desses alunos.

Entretanto, existiam algumas dificuldades na execução do projeto, principalmente, no que tange à organização das aulas, como por exemplo, a falta de controle da presença dos extensionistas, a disponibilização de um plano de ensino a ser seguido pelos extensionistas, a necessidade de relatar ausência do extensionista ou informar sobre um problema que ocorreu em aula.

Esse projeto de TIS permitiu a criação de uma aplicação Web para validar a presença dos extensionistas que participam do projeto, auxiliando assim o coordenador da AcSocial na administração. Além disso será possível gerar relatórios de presença e os extensionistas poderão notificar sua ausência ou dificuldades em determinado dia

Link da apresentação: https://sgapucminasbr-my.sharepoint.com/:p:/g/personal/442644_sga_pucminas_br/EeGifK5QMCpDgzneGqCft08BFAzEZgGfa648WMf31Dw1VA?e=wtXelN

Vídeo do trabalho: https://www.youtube.com/watch?v=rZSNgjLZMww&feature=youtu.be

Trabalho Interdisciplinar de Software VI – 2020/1 NOITE

Integrantes do grupo: André Sampaio Chacham, João Américo Martins Caiafa de Andrade, Maria Verônica Santos Soares, Talita Arantes Melo

Professores orientadores: Humberto Torres e Laerte Xavier

Por meio deste trabalho, objetiva-se principalmente realizar a análise temporal de repositórios Python mais bem avaliados no GitHub com o objetivo de examinar a evolução de métricas de qualidade de código conforme as releases publicadas, do ponto de vista dos usuários, no contexto da qualidade de software. Sendo assim, para se atingir esse fim, são propostos os seguintes objetivos específicos: i) obter os repositórios mais bem avaliados e com mais de duas releases no GitHub; ii) identificar quais métricas serão utilizadas para quantificar a qualidade do código em cada uma de suas releases; iii) avaliar se a qualidade do código varia significamente conforme seu tempo de versionamento.

Link da apresentação: https://tinyurl.com/tis-vi

Vídeo do trabalho: https://drive.google.com/file/d/1XDLMbiHmQVhiuWUA-T6U0CJLn2pa1F_I/view

Trabalho Interdisciplinar de Software III – 2019/2 MANHÃ

Integrantes do grupo: Carla d'Abreu Martins Vieira, Daniel Lyncon Goncalves de Souza e Otávio Vinícius Guimarães Silveira Rocha

Professores orientadores: Eveline Alonso Veloso e Juliana Amaral

A AIESEC é uma organização não governamental que se propõe a desenvolver liderança em jovens de 18 a 30 anos por meio de intercâmbios. Para que esses intercâmbios aconteçam, cada escritório local conta com voluntários que trabalham em diversas frentes de trabalho garantindo todos os mínimos de qualidade para o intercâmbio. Para serem considerados ativos na organização, é necessário que o voluntário cumpra o mínimo dos Critérios de Membresia. O cálculo do Critério de Membresia é composto pelo mínimo de presença e participação nas atividades da ONG. Os líderes diretos deveriam controlar os indicadores de seus liderados para garantir que seus liderados são membros ativos. O time de People Management deveria ter o controle geral dos Critérios de Membresia do escritório para garantir que os membros que estão na ONG são membros ativos. Entretanto, hoje grande parte desse controle é feito manualmente e, com o grande número de membros, é dificilmente gerenciado.

Link da apresentação: https://bit.ly/2WbJGjW

Vídeo do trabalho: Clique aqui.

Trabalho Interdisciplinar de Software III – 2019/2 NOITE

Integrantes do grupo: Guilherme Henrique Ladislau Biagini, Jonathan David Mendes Lopes e Lucio Henrique Lourenço

Professores orientadores: Joyce Carvalho e Simone Nogueira

Com o grande crescimento do esporte airsoft onde jogadores participam de simulações de operações policiais e militares, uma grande equipe de Belo Horizonte a CIA Delta estava tendo problema para gerenciar seus operadores (pessoas que participam dos jogos), jogos a serem executados, lista de presença e o controle de frequência dos participantes.

A equipe fazia o controle utilizando planilhas do excel e listas no whatsapp que quase sempre dava erro pois na planilha aparecia dados como CPF, etc e para gerar segurança somente pessoas da gerência da equipe tinha acesso que tornava algo bem trabalhoso, no whatsapp o erro era bastante diferente e desgastante pois as pessoas escreviam seu nome nas listas e muitas vezes alguem sobreescrevia no mesmo lugar gerando erros e confunsões pois a contagem de pessoas nos jogos nunca era correta.

Link da apresentação: https://bit.ly/3bf1mzm

Trabalho Interdisciplinar de Software II – 2019/1 NOITE

Integrantes do grupo: Filipe Iannarelli Caldeira, Gabriel Vinicius Ramos da Silva, Paulo Angelo Dias Barbosa e Wesley Mouraria Pereira

Professores orientadores: Hugo Bastos de Paula e Tadeu dos Reis Faria

As academias de exercício físico são muito procuradas por pessoas que buscam um estilo de vida mais saudável e/ou estética corporal. A procura por essas academias tem aumentado. Essas, por sua vez, não se limitam a oferecer apenas equipamentos para musculação, mas também outras atividades físicas como, por exemplo, artes marciais, zumba e escalada indoor.

O foco deste trabalho é a Summit Ginásio de Escalada, que além das atividades internas em espaço físico do estabelecimento, também organiza grupos de excursões para praticar escalada em ambientes externos, com destinos em cidades do interior e no meio da natureza.

O trabalho consiste no desenvolvimento de um software de gerenciamento e controle dos grupos de excursões que possa dar apoio à gestão dos eventos, facilitando o acesso às informações referentes a esses.

O software permitirá uma gerência mais ágil, com menor custo e mais precisa das excursões. Além de ser extremamente necessário em um mundo fortemente baseado nos meios digitais, permitirá supervisionar várias tarefas e setores simultaneamente, otimizando processos como organização financeira e atividades gerais.

Link da apresentação: https://bit.ly/2yCfkhH

Vídeo do trabalho: Clique aqui.

Trabalho Interdisciplinar de Software II – 2019/1 MANHÃ

Integrantes do grupo: Daniel Lyncon Gonçalves de Souza, Lucas Guilherme Verdan Moreira, Maria Eduarda Machado Miranda, Otávio Vinícius Guimarães Silveira Rocha e Vitor Augusto Alves de Jesus

Professores orientadores: Hugo Bastos de Paula e Tadeu Faria

Nesse trabalho buscamos solucionar um problema relativo à administração de estacionamentos por parte de empresas que desejam obter um melhor uso de seu espaço. Desenvolvemos um software que facilita o gerenciamento tanto de estacionamentos comerciais quanto de estacionamentos de empresas privadas que buscam otimizar e rentabilizar o tempo de vagas ociosas.

Hoje em dia muitos estabelecimentos possuem estacionamentos particulares seguros, que não são usados na maior parte de seu tempo, tendo total capacidade ser alugados a terceiros quando as vagas tiverem disponíveis. Visto que a fonte de informações para tal ideia é extensa, escolhemos usar a metodologia de análise de documentos para aprender mais sobre o contexto no qual o software irá ser aplicado. A abordagem utilizada no desenvolvimento desse projeto busca primeiro implementar o sistema de vagas para que os estabelecimentos tenham melhor controle sobre todos os aspectos de seu estacionamento.

Atualmente vivemos em metrópoles com densidades populacionais cada vez maiores. Tal fato se torna um problema a partir do momento em que cada pessoa utiliza seu próprio veículo para se locomover. O cenário ideal para as pessoas que fazem uso de seu transporte próprio seria ter uma vaga de garagem para poderem usufruir enquanto estão no trabalho, na faculdade e no seu tempo de lazer, porém essa não é a realidade da maior parte das pessoas. Estacionamentos com preços abusivos, além de distante localização, tornam as vagas particulares de difícil acesso a grande parte dos motoristas.

O artigo de Maisa Infante nos mostra informações importantes a respeito dos estabelecimentos com vagas ociosas e o porquê de se ter um sistema para gerenciar estacionamentos. O autor do livro “The High Cost of Free Parking”, Donald Shoup, aponta que mais de 30% do tráfego em uma cidade são de pessoas que estão buscando por estabelecimentos para estacionar. Um problema existente observado pelo grupo são que as vagas disponíveis nas cidades não comportam todos os veículos, além disso, o preço de se parar nos centros urbanos comerciais podem ser altíssimos. Com um software para gerenciar as vagas em estabelecimentos que já possuem essas vagas disponíveis pode ser um negócio lucrativo tanto para o dono do estabelecimento quanto para o cliente.

O objetivo de nosso software é fazer com que as empresas possam administrar, identificar e até mesmo disponibilizar as vagas ociosas a outras pessoas. Através do nosso software, as empresas conseguirão conhecer melhor o tempo de uso de seu estacionamento para poder disponibilizá-lo para a sociedade.

Dessa forma, nossa solução visa servir às empresas que estão implementando o software e, consequentemente, atender ao consumidor final que terá seu serviço otimizado ao fazer o uso indiretamente da nossa solução.

Link da apresentação: https://bit.ly/2WE0hvQ

Vídeo do trabalho: Clique aqui.

Trabalho Interdisciplinar de Software I – 2019/1 MANHÃ

Integrantes do grupo: Alessandra Magalhães de Souza Lima, Gabriel Moreira Chaves, Guilherme Oliveira Antônio, Ian Bittencourt Andrade Jacinto e Ian Guelman

Professores orientadores: Rodrigo Baroni de Carvalho e Rommel Vieira Carneiro.

Inúmeras empresas demonstram dificuldades na contratação de pessoas com deficiência (PcD), para, então, cumprir com a Lei 8213/90, que determinam um número mínimo de cotas para estas pessoas dentro de empresas com mais de 100 funcionários. O problema se encontra na localização dos PcDs, uma vez que não há um local de busca de empregos que se subdivida em tal categoria. Por este motivo é mais difícil localizar um trabalhador deficiente que cumpra com as qualificações necessárias para a vaga de emprego em questão, e em outros casos a própria deficiência impossibilita que o trabalhador cumpra com as tarefas da vaga.

Além disso, existe uma grande dificuldade por meio dos PcDs em localizar vagas para as quais são qualificados, uma vez que, a maioria das vagas para tal categoria são de subempregos que não requerem qualificação. O que gera um impacto negativo na vida e na renda desta classe.

A aplicação será utilizada tanto pelo setor de contratação de empresas como por deficientes que buscam ofertas de emprego.

Este trabalho tem como objetivo a criação de uma aplicação Web para solucionar os problemas anteriormente declarados. Tal aplicação contará com anúncios de vagas de emprego, por meio das mais diversas empresas, e com um registro para PcDs, que estejam em busca de empregos, para assim concatenar vagas com trabalhadores qualificados para preenchê-las.

Como objetivos específicos estão a inserção de deficientes no mercado de trabalho - dispostos nos mais diversos cargos, respeitando a deficiência e promovendo assim a acessibilidade - e a dinamização do processo de contratação de PcDs, diminuindo assim, os recursos gastos pelas empresas neste âmbito. Além da promoção de melhores oportunidades de emprego aos PcDs.

Link da apresentação: https://bit.ly/2SII1Aw

Vídeo do trabalho: Clique aqui.

Trabalho Interdisciplinar de Software V – 2019/1 NOITE

Integrantes do grupo: Brian Bruno, Cássio Thiago, Douglas Soares, Gabriel Santana e Werik Gonçalves

Professores orientadores: Hugo Bastos de Paula e Pedro Alves de Oliveira

Existe um jogo de MOBA chamado League of Legends onde os jogadores devem formar equipes de combate com 5 jogadores para enfrentar outras equipes em uma batalha em que o vencedor será o primeiro a destruir o núcleo da base do inimigo. Montar equipes de maneira estratégica de acordo com as habilidades dos jogadores é essencial para a vitória, porém isso se torna um problema em equipes aleatórias e os players têm dificuldades em encontrar outras pessoas com as habilidades desejadas.

Devido às características do jogo, para vencer uma partida é essencial que seja montada uma equipe equilibrada de maneira a aproveitar as melhores características de cada jogador, porém não existe nenhuma ferramenta que auxilie as pessoas a encontrar outros jogadores com as habilidades que elas procuram e o Matchmaker do jogo gera equipes balanceadas porém aleatórias, portanto, não é possível montar uma equipe com uma estratégia pré definida.

Link da apresentação: https://bit.ly/2Wy3HAi

Trabalho Interdisciplinar de Software V – 2019/1 NOITE

Integrantes do grupo: Ezequiel de Carvalho Santos, Inácio Moraes da Silva, Marco Túlio Resende Zuquim Alves, Patrícia Lourenço Pereira e Pedro Henrique dos Santos Araújo

Professores orientadores: Hugo Bastos de Paula e Pedro Alves de Oliveira

Com o incentivo do programa Esporte para Todos, a Prefeitura de Belo Horizonte vêm criando maneiras de incentivar a prática de atividades físicas pela população. Um dos projetos que visam atender essa demanda é a criação das ditas "academias populares", espaços públicos onde são construídas academias com diversos equipamentos que, em conjunto, permitem a prática de alongamentos, caminhadas e exercícios musculares ao ar livre pelas pessoas.

Embora a cidade possua mais de 400 pontos de academias, variando entre 6 e 12 aparelhos por espaço, os usuários se queixam da dificuldade em fazer uso dos equipamentos, visto que não há nenhum educador físico presente nas unidades ou algum guia de utilização dos aparelhos nas academias, além da ausência da informação de localização das academias de uma maneira que seja mais cômoda para os usuários.

Conforme citado no item anterior, há a necessidade de difundir aos frequentadores das academias a céu aberto da cidade de Belo Horizonte, os benefícios oferecidos por cada um dos equipamentos presentes no local onde o usuário se encontra, informar os músculos do corpo que cada equipamento trabalha, além de informar a maneira correta de fazer utilização dos mesmos, evitando lesões decorrentes do uso inadequado dos aparelhos.

A pretensão não é de criar uma espécie de web personal trainer, e sim um guia explicativo de cada equipamento presente nas unidades, seus benefícios e a localização das unidades mais próximas ao usuário.

Link da apresentação: https://bit.ly/2AaDMan

Trabalho Interdisciplinar de Software IV – 2019/1 NOITE

Integrantes do grupo: Anderson Barbosa Coutinho, Bruna Vaz, Henrique Alberone e Mateus Santos Fonseca

Professores orientadores: Soraia Lúcia da Silva e Tadeu dos Reis Faria

O desemprego é um grande problema que afeta milhões de brasileiros. Este problema se agrava ainda mais quando levamos em consideração as pessoas que possuem deficiências. O fato de que mais de 99% dos brasileiros que possuem deficiências estarem desempregados (VERDÉLIO, 2017) emerge a necessidade de trabalhar para melhorar estes números. Este trabalho busca, através do desenvolvimento de uma plataforma digital, aprimorar a localização e o contato entre empresas que geram trabalho para deficientes e pessoas com deficiências buscando vagas de emprego. Os resultados obtidos após o desenvolvimento do software proposto demonstraram que ele é uma potencial ferramenta para auxiliar na aproximação entre os usuários, uma vez que ele tem uma usabilidade simplificada e eficiente.

O desemprego é um grande problema que afeta milhões de brasileiros. Este problema se agrava quando levamos em consideração o desemprego das pessoas que possuem deficiências. Uma parte deste problema está na forma como é tratada a interação entre empresas e deficientes.

A interação entre empresas e pessoas que procuram por vagas está em mutação contínua. Antigamente, o jornal era a forma mais simples de se encontrar uma vaga de emprego. Este método, muito utilizado anteriormente, era restritivo, pois, pessoas com qualquer tipo de deficiência raramente encontravam uma vaga. Com a evolução das mídias digitais, ficou cada vez mais comum para as pessoas se candidatarem a uma vaga por plataformas digitais, que facilitam o contato entre empresa e candidatos. Porém, mesmo com essa evolução, pessoas com deficiências ainda possuem problemas para se candidatarem a essas vagas específicas.

Além destas dificuldades dos candidatos, também é possível identificar obstáculos que partem das empresas, como, por exemplo, a falta de localização dos candidatos. “Uma grande dificuldade das empresas é localizar o deficiente, pois não possuem um cadastro especifico” (VITORINO FILHO et al., 2012).

Portanto, como é percebido, este é um problema bilateral no qual as empresas e deficientes necessitam de um meio de divulgação onde haja uma interação com facilidade, possibilitando candidatos deficientes conseguirem contatar empresas sobre vagas e viceversa.

No contexto deste problema, surge a Rede Incluir. A Rede Incluir é um projeto de extensão da PUC Minas que almeja promover a capacitação de pessoas com deficiência com o foco na inserção no mercado de trabalho, ou seja, este projeto busca, como principal objetivo, o contato entre os candidatos deficientes e empresas que possuem vagas disponíveis para eles e o auxílio na procura das empresas por estes candidatos.

Tendo em vista este problema e o contexto da Rede Incluir, o objetivo geral deste trabalho é desenvolver uma plataforma digital na qual as empresas tenham a possibilidade de divulgarem suas vagas para pessoas com deficiências para, posteriormente, efetivar o contato desses candidatos com as empresas que oferecem estas vagas.

Outros objetivos destes trabalhos consistem em analisar a dificuldade de desenvolvimento de plataformas que facilitem a acessibilidade e, posteriormente, analisar dificuldades dos usuários em utilizar esta plataforma.

Finalmente, é necessário frisar que este trabalho é importante devido ao fato de a grande maioria das pessoas deficientes estarem desempregadas. Quase 24% dos brasileiros (45 milhões de pessoas) possuem algum tipo de deficiência. Destas 45 milhões, apenas 403.255 estão empregados, o que corresponde a menos de 1% das de pessoas com deficiência no país. (VERDÉLIO, 2017). Portanto, apesar de estatísticas apresentarem um crescimento nos últimos anos na geração de empregos para deficientes, há a necessidade de melhorias, e este trabalho busca contribuir para esta evolução.

Link da apresentação: https://bit.ly/2xJ0Gom

Vídeo do trabalho: Clique aqui.

Trabalho Interdisciplinar de Software IV – 2019/1 NOITE

Integrantes do grupo: Yan Max e Humberto Vieira

Professores orientadores: Soraia Lúcia da Silva e Tadeu dos Reis Faria

O basquete é um esporte praticado mundialmente que voltou a crescer no cenário brasileiro e a conquistar seu espaço merecido na mídia. Seus fãs consideram mais do que um esporte - um estilo de vida. Tendo isso em vista, o atleta Victor Navajas notou que muitos praticantes desistiam por falta de incentivo, apoio ou porque não tinham condições de arcar com os materiais esportivos. Foi então que surgiu o projeto social Basquete Pra Vida.

O projeto começou com o intuito de incentivar os fãs e praticantes do basquete, divulgar o esporte e ensinar sobre o jogo para as pessoas que não possuem conhecimento sobre tal. As primeiras ações foram clínicas em escolas públicas de comunidades da grande BH, onde foram feitas dinâmicas, premiações, bate papo e outras atividades com jovens de 7 a 17 anos, os ajudando a desenvolver suas habilidades esportivas e promovendo a interação entre eles. Além do projeto “Arrecadunk” (dunk é o movimento “enterrada” muito famoso no basquete) que coletou materiais esportivos como tênis, bolas e bermudas para times amadores sem incentivo.

O objetivo geral seria atrair mais colaboradores, conquistar mais escolas parceiras, arrecadar mais materiais e divulgar para um público mais amplo. Dentre os objetivos específicos, seria a interação dos usuários num ambiente para conversarem sobre o esporte, marcar partidas e aprender sobre o jogo.

Link da apresentação: https://bit.ly/3cfwrEv

Vídeo do trabalho: Clique aqui.

Trabalho Interdisciplinar de Software III – 2019/1 MANHÃ

Integrantes do grupo: Aylton Almeida, Lucas Lima, Nayane Ornelas e Pedro Paulo

Professores orientadores: Eveline Alonso Veloso e Juliana Amaral Baroni de Carvalho

O grupo identificou dificuldades de comunicação entre a proprietária da empresa UniDuniTê e o setor financeiro da loja, o que pode acarretar diversos problemas. Essa dificuldade deve-se, em grande medida, à diferença de localização entre a proprietária da loja, que reside em Belo Horizonte, e a loja propriamente dita, localizada em São João Del Rei, interior de Minas Gerais. Atualmente a transmissão de dados financeiros da loja para sua proprietária ocorre por meio de um e-mail que contém uma planilha eletrônica que é preenchida ao longo do dia, com as transações ocorridas na loja. Esse envio é ineficiente, podendo gerar erros.

Link da apresentação: https://bit.ly/3fqY9jI

Vídeo do trabalho: Clique aqui.

Trabalho Interdisciplinar de Software I – 2019/1 NOITE

Integrantes do grupo: Carla d’Abreu Martins Vieira, Luiz Felipe de Castro Baia Antunes, Michelli Cristina Silva Freitas, Victor Hugo Rodrigues

Professores orientadores: Marco Rodrigo Costa e Rommel Vieira Carneiro.

O problema a ser resolvido é a falta de entendimento geral das finanças pessoais do usuário. Um indivíduo tem dificuldades em identificar quais são seus maiores gastos, qual a comparação de suas despesas do mês corrente e meses passados. Este também tem empecilhos que lhe dificulta o compreendimento de suas receitas mensais. O grande fator problemático é a má gestão e organização das finanças do indivíduo.

O objetivo deste trabalho é desenvolver uma aplicação web em que o usuário seja capaz de organizar seus gastos e receitas. A aplicação gera um relatório com suas despesas, rendas, saldo semanal e mensal e o crescimento do patrimônio do cliente.

A partir da solução, o problema, de falta de organização dos dados financeiros da vida do indivíduo, é solucionado. Assim, o cliente tem um controle de todas suas finanças.

Link da apresentação: https://bit.ly/2YItw3p

Vídeo do trabalho: Clique aqui.