Tipografia
  • Menor Pequeno Médio Grande Maior
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

As práticas de pesquisa contribuem para a formação do perfil do egresso, pois levam o discente a ser capaz de contribuir com uma visão crítica e criativa na identificação e resolução de problemas trazendo desenvolvimento para a sua área de formação. No curso Engenharia de Software a pesquisa está articulada em grupos de pesquisa, projeto de pesquisa, divulgação científica e pesquisa conduzida em unidades curriculares.

 

Práticas de pesquisa encontram-se institucionalizadas e implantadas no curso envolvendo discentes e docentes. Encontra-se institucionalizado no curso o grupo de estudos e pesquisa “Sistema, Software e Mídias Interativas” com reuniões periódicas com docentes e discentes. O grupo estuda reúne professores doutores e estudantes bolsistas e voluntários. O Grupo de Pesquisa está cadastrado no CNPq (http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/467117). Dentro do Grupo, o aluno pode atuar como: “Jovem Talento” participando dos grupos de estudos; “Pesquisador Voluntário”, atuando em pesquisas como voluntário; ou “Pesquisador Bolsista”, atuando em pesquisas como bolsista PIBIC, Probic ou FIP.

pesquisa

A linha de pesquisa tratada no grupo investiga requisitos de software que emergem das demandas implícitas ou explícitas da sociedade e que afetam todas as etapas da Engenharia de Software, como o “Requisito de Explicabilidade”. O grupo aglutina as diversas áreas de atuação dos docentes do curso, considerando práticas de “Ciência Cidadã” e critérios do Comitê de Ética em Pesquisa (CEP)

pesquisa

Reunião com estudantes do grupo de pesquisa em dezembro de 2019

 

As atividades de pesquisa propiciam a participação discente em projetos de pesquisa de forma voluntária ou por meio de bolsa de iniciação científica. Esse é o caso de dois projetos de pesquisa do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) destacados baixo:

  • Projeto PIBIC 2019-2020 intitulado “O Requisito de Explicabilidade em Robôs Sociais que Implementam Computação por Humanos”.
  • Projeto PIBIC 2018-2019 intitulado “Engenharia Semiótica e Computação por Humanos no Projeto e Avaliação de Software Aderente ao Requisito de Explicabilidade”.

pequisa

 

A prática e os resultados das pesquisas desenvolvidas ao público interno e externo à universidade. A divulgação das atividades de pesquisa no curso tem sido feita por meio de 1) Apresentações internas no grupo de pesquisa; 2) Reuniões abertas do grupo de pesquisa; 3) Apresentação na mostra de Pesquisa e Extensão (Mostra PEX); 4) Divulgação para a sociedade por meio da Revista PUC Minas, jornal Estado de Minas e TV Horizonte.

pequisa

 

As atividades de pesquisas no curso Engenharia de Software também estão contextualizadas nas unidades curriculares, com a análise de artigos científicos publicados em periódicos. Isso fomenta o raciocínio crítico com base em literatura atualizada. Práticas investigativas também são parte das unidades curriculares, culminando em produções com participação discente que são submetidas a conferência e periódico. Exemplos de artigos publicados são:

As práticas curriculares dos professores são pesquisas inovadoras na área de educação em ciência da computação, esse é o caso dos seguintes artigos que são relatos de experiências:

pequisa

Estratégia de Debate de artigos científicos em disciplinas de graduação: https://doi.org/10.5753/ihc.2018.4209